O que você costuma fazer quando está em sofrimento?

Tenta fugir da dor se distraindo? Minimiza o que está sentindo? Finge que nada está acontecendo? Busca por comida para aliviar o desconforto? Tudo isso são respostas naturais, afinal fomos ensinados que devemos ser felizes, logo se não estamos há com certeza algo de errado que precisa ser mudado! O problema é que essa tentativa de fuga normalmente faz apenas com que o desconforto cresça! E o resultado disso costuma ser ainda mais dor, agora acrescida do sentimento de frustração.

Experimente na próxima vez que a tristeza ou a raiva ou a angústia ou qualquer outro sentimento que lhe cause desconforto lhe visitar ao invés de fechar a porta o convidar para entrar. Reconheça qual emoção está presente no momento, observe como você a sente no seu corpo, quais pensamentos estão presentes, se aproxime dela, mas sem se identificar. Lembre-se: você não é a emoção. Suas emoções são como as nuvens e você é o céu azul por trás delas. Como tudo na vida elas vão passar. Então apenas examine o que essas emoções estão querendo dizer para você, muitas vezes temos algo para aprender com os sentimentos que experimentamos e eles não precisam ser silenciados com comida! Podemos fazer amizades com eles e de quebra nos conhecer melhor!





Posts recentes

Ver tudo