O que você está fazendo por você é mesmo autocuidado?

Com muita frequência as pessoas confundem autocuidado com cuidado com a aparência, isso tem raiz no patriarcado e é extremamente estimulado pela mídia e pela indústria da beleza que insiste em colocar o corpo da mulher como se fosse um ornamento que precisa estar esteticamente perfeito para agradar o olhar do outro. Mas são coisas bem diferentes! Vem ver:


➡️ Exemplos de atitudes de autocuidado


✅ Tirar um tempo para de fato descansar – não fazer absolutamente NADA

✅ Dormir as horas necessárias para recompor as energias

✅ Comer bem, ter uma alimentação equilibrada, que inclua principalmente alimentos in natura fontes de fibras, vitaminas e minerais - sem abrir mão do prazer

✅ Fazer uma atividade física regularmente e de preferência que você goste

✅ Ter relações sociais que te nutrem: amigos, família, etc

✅ Colocar limites nas suas relações: evitar dizer sim quando na verdade queria dizer não

✅ Fazer pequenas pausas no dia para tomar um chazinho ou apenas admirar a paisagem

✅ Respeitar os seus limites

✅ Evitar comparar-se com os outros

✅ Meditar


➡️ Exemplos de cuidado com a aparência


☑ Depilar

☑ Pintar as unhas

☑ Fazer a sobrancelha

☑ Colorir os cabelos

☑ Fazer tratamentos estéticos para tratar celulite e estrias

☑ Tomar remédios fortíssimos para ter uma pele de porcelana

☑ Aplicar botox

☑ Jejuar/ passar fome para manter-se magra

☑ Fazer exercício exaustivos para ter o corpo parecido com o da fulana fitness


Eu não estou querendo dizer que não podemos cuidar da nossa aparência, eu mesma cuido – sem excessos e neuras! Mas é importante entendermos que são coisas completamente diferentes, pois essa confusão pode gerar ainda mais estafa na medida que viramos reféns de tratamentos de beleza em nome do: “estou me cuidando”. Sem falar no discurso gordofobico - e cruel - que associa a pessoa gorda como sendo preguiçosa e desleixada.